Chico Ribeiro esclarece algumas polêmicas sobre seu pronunciamento da sessão passada

Vereador começou seu pronunciamento parabenizando pela reforma e se solidarizando pela doença da mãe do presidente da Câmara. Pediu a cópia da ata que fala sobre a iluminação da quadra do Gaspar.

Reconheceu que “do jeito que estamos aqui, nós não vamos vir pra Câmara. Vamos todos para o Fórum”.

Denunciou que vereadora Verilândia Guedes havia supostamente passado uma mensagem no aplicativo de mensagens WhatsApp, para o telefone do filho dele dizendo que” eu não estava passando mal no hospital. Que eu estava era embriagado”. Afirmou o vereador.

Explicou que não quis ferir ou ofender a nenhum vereador. Na sua concepção ‘mamatas’ são ‘privilégios’. Esclareceu alguns fatos da sua fala na sessão passada. Afirmou que vem sofrendo perseguição desde que saiu do grupo da prefeita.

O vereador pediu ainda que fosse marcada a sessão itinerante destinada ao Gaspar.

Confira o áudio do vereador

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *