Loura pede o fim da pressão psicológica e do machismo contra mulheres

Requereu a Secretaria de Infraestrutura a conclusão do calçamento da rua do Cruzeiro e pediu união por uma ciclovia que chegue até a Vila Acampamento.

Sobre o Dia da Mulher pediu mais respeito pela mulher e mostrou preocupação com a violência psicológica. Chamar as pessoas de feia pela forma como se chama é sim um ataque psicológico.

Quixelô apesar de ser uma cidade com mais homens que mulher, mas se a mulher quiser tomar a frente ela pode chegar onde ela quiser, pois é preciso deixar de lado o machismo que faz grande pressão psicológica sobre as mulheres. Finalizando a vereadora pediu que essa violência se encerrasse.

Em comentário o presidente da Câmara, Dadá Guedes, informou que Quixelô é a cidade da região que possui mais homens respondendo na Lei Maria da Penha.

Confira a fala da vereadora

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *