Wagner Vieira pede a população e aos vereadores que cobrem dos deputados votados no município que enviem Emendas de recursos para Quixelô

O vereador iniciou seu pronunciamento se posicionando contra a limitação do tempo, a qual foi aprovada na sessão que ele esteve ausente. Essa limitação, segundo ele, “corta o raciocínio do vereador, muitas vezes em partes importantes do discurso.”

Wagner cobrou dos políticos votados em Quixelô e que não enviam nenhuma Emenda para o município. De acordo com Wagner, muito que está acontecendo agora deveu-se a baixa mobilização da população que aceitou calada a ideia de que tirando Dilma as coisas se resolveriam. Mas o que se viu foi o contrário. A saída da Dilma foi um pretexto para que um projeto que o povo recusou fosse levado adiante produzindo desemprego e outras maldades contra a população.

Terceirização

Alertou sobre a Terceirização que está sendo abafada pela grande mídia para que as pessoas não saibam o que está acontecendo. Ninguém vai pra rua ‘bater panelas’ para protestar e aqueles que vão são chamados de baderneiros. “É o jovem que está preocupado com o futuro; com a possibilidade de não vir a se aposentar e não ter uma vida digna.” Destacou, Wagner

O pensamento de Wagner é de que “os deputados votados por nós que estão se acovardando e aprovando tudo. O Brasil estará em breve vivendo um clima de guerra. Mexer na CLT é um crime contra a população e esses deputados que votaram a favor da Terceirização, existem muitos que foram votados aqui em Quixelô. E eles vão voltar aqui para pedir voto. Nós temos que cobrar desses deputados que coloquem Emendas para, por exemplo, consertar as ruas do Pallace Show.” E complementa: “Se a prefeita disser que vai fazer todas as obras que Quixelô precisa, com recursos próprios, será uma mentira, pois este município não possui arrecadação própria.”

Segundo Wagner os vereadores têm culpa por não cobrar dos deputados votados em Quixelô para que enviem verbas para o município.

Iluminação pública

Sobre a reclamação do vereador José Matias a respeito da escuridão nas ruas de Quixelô o vereador denunciou que a ENEL, antiga Coelce, quer entregar a cidade para Prefeitura sem trocar nenhuma lâmpada. “Tá na hora de resolver isso!” Pediu que fosse feito Requerimento à Prefeitura para que venha explicar o que está acontecendo.

O calçamento da COHAB

Sobre o Requerimento do vereador José Matias que fala sobre o calçamento da COHAB, o vereador informou que foi aprovada a verba para esse fim e faz parte do projeto COHAB Saneada que foi encaminhado pela deputada Miriam Sobreira (PDT). De acordo com Wagner Vieira a obra não foi concluída ainda pois foi liberada às vésperas do pleito eleitoral e tais obras são proibidas durante a eleição.

Transferências

Sobre as transferências o vereador Wagner Vieira informou que as pessoas foram transferidas baseadas na lotação determinada em concurso. “Se o concurso era para o Barroso, o servidor iria ser lotado lá. Se foi pra Salsa, da mesma forma. Não vejo perseguição nisso.” Disse o vereador. Logo teremos aqui a classe dos professores reivindicando aumento salarial e “esse será um dos assuntos que serão tratados nessas reuniões.” Concluiu, Wagner.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *